Rise of the Triad: The Dark War – PC / DOS

Rise of the Triad

Rise of the Triad é um jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela 3D Realms, na época conhecida como Apogee.

Durante os estágios iniciais de desenvolvimento, o jogo seria uma sequência de Wolfenstein 3D, com o título Wolfenstein 3D II: Rise of the Triad e iria usar a mesma engine do Wolfenstei 3D contendo novas fases, arte e personagens. Quando estavam avançados no desenvolvimento, o lider do projeto Scott Miller foi contactado por John Romero (polêmico e figura marcante nos mundos dos games, criador do Doom),informando que o projeto estava cancelado. A suspeita era que isso foi feito para evitar que Rise of the Triad tirasse o brilho dos holofotes de Doom, grande lançamento na época.

WolfensteinIIRott

Apesar da engine ser praticamente a mesma do Wolfenstein 3D, com algumas variações, o jogo foi pioneiro em trazer elementos que foram usados em muitos outros jogos como, céu panoramico, efeitos de luz dinamicamente simulados, neblina, vidros e janelas que quebram, e buracos de bala. Parece besteira, mas era um grande desafio tecnológico implementar esses recursos, tanto que a equipe ganhou o apelido de Developers of Incredible Power (desenvolvedores de poder incrível).

Rise of the Triad, foi lançado em 1994 como shareware, que eram cópias de software com alguma limitação (por exemplo, somente 3 fases 1 arma, etc) que eram distribuidas livremente nas BBS e internet similar aos ‘demos’ de hoje em dia. A versão completa só veio em 1995, muitos elementos do Wolfstein 3D estão presentes, como a pistola Walther P-38 e a submetralhadora MP40.

A História

Um grupo de agentes especiais, conhecidos como H.U.N.T (High-risk United Nations Task-force, força-tarefa de alto risco das nações unidas traduzindo para o português), são enviados para a ilha de San Nicolas, uma remota ilha da Califórnia, para investigar as atividades de um culto maligno que estão reunidos em um antigo monastério. O barco dos agentes e o único caminho de volta é destruído pela patrulha inimiga, não restando escolha senão permanecer na ilha e investigar o culto sozinhos. Logo fica evidente que os planos do culto incluem a destruição de Los Angeles, cabe aos agentes evitar que isso aconteça.

20080614_Rise_Of_The_Triad_PSP_v_1.0_(PSP_Game_Port)

Jogabilidade

No geral, Rise of the Triad não oferece nada de novo. A jogabilidade é praticamente a mesma vista em outros jogos de tiro em primeira pessoa da época, como Doom e o Wolfenstein 3D, ou seja, variedade de armas e munições, mapas às vezes complexos e cheio de passagens secretas e itens escondidos, chaves para abrir outras localidades, modo multiplayer e violência, claro. Não é possível pular neste jogo (como no Doom e Wolfenstein 3D), os locais altos são acessados atraves de trampolins ou dando voltas.

Um verdadeiro arsenal está disponível aos jogadores, contando inclusive com algumas armas mágicas (uma delas o transforma em um deus!) e algumas armas cômicas, como o lançador de míssil bêbado e o modo cão (sim, você vira um cachorro e sai mordendo seus inimigos!).

1698465-dog_mode
O Modo multiplayer, chamado de COMM-BAT é notável para a época que Rise of the Triad foi lançado, permitindo 11 jogadores simultaneos podendo customizar a cor do uniforme, são 9 modos multiplayer que não necessariamente envolve jogadores atirando uns nos outros.

O objetivo é direto e simples, passar por níveis coletando chaves para abrir portas e acessar outros lugares matando o maior número possível de inimigos e chefes. Ocasionalmente é necessário resolver um quebra-cabeça, mas nada muito complexo.

O jogador poderá escolher entre 5 personagens: Tarandino Cassatt, Thi Barrett, Lorelei Ni, Doug Wendt e Ian Paulo Freeley, cada um com características únicas, por exemplo, Doug wendt move mais devagar mas aguenta mais dano do que a Lorelei, que é ágil e precisa. Na versão shareware, somente Tarandino Cassatt está disponível.

rott 015
Existem vários tipos de inimigos no jogo que tem diferentes força e habilidade, alguns inimigos quando perto de morrer, ajoelham e pede clemência, mas se você o fizer assim que virar as costas será atacado. Em algumas ocasiões podem haver uma quantidade absurda de gibs (pedaços de inimigos ou personagens) quando um inimigo é morto e a mensagem “Ludicrous Gibs!” irá aparecer na tela, isso é um item a mais na quantidade de sangue e violência contida nesse jogo e aparece de forma semelhante em outros jogos como Duke Nukem 3D, Shadow Warrior, Blood e Quake que popularizou o termo ‘gibs’.

rott3

No geral, Rise of the Triad não traz nada inovador ao gênero de tiro em primeira pessoa, mas é um jogo divertido, às vezes divertido até pela “falta de noção” do jogo. De qualquer forma foi um grande sucesso em 1995, assim como Doom e Wolfenstein 3d.

Referências:
http://www.3drealms.com/rott/index.html
http://doom.wikia.com/wiki/Rise_of_the_Triad


ficha_tecnica

Tiago Almeida, é um "Retrogamer" geek da era 8-bits, fanático por Computadores, Games, Heavy Metal, Unix, RPG, Futebol Americano e Automobilismo. Sente saudades dos anos 80/90 e não vê tanta graças nas modas atuais.

Marcado com: , , , , , , , ,
Publicado em Forgotten Games, FPS, PC
Um comentário em “Rise of the Triad: The Dark War – PC / DOS
  1. oldbit disse:

    Rise of the Triad vai ganhar um reboot conforme notícia no site Game Senior (http://www.gamesenior.com.br/7204#.UeHU1CbU_eQ)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: